Dia 2 | Wheelchair International 2020

Depois do triunfo sobre o primeiro cabeça-de-série Nico Langmann (Áustria), na primeira ronda, o grego Stefanos Diamantis ganhou o alento que precisava para consolidar a sua prestação nesta III.ª edição do Ingternational Wheelchair Clube Ténis do Porto, ao qualificar-se para a final da prova depois das vitórias sobre o italiano Silviu Culea, nos quartos-de-final, por 6-0, 4-6 e 6-0, e, nas meias-finais desta tarde, ante o francês Guilhem Laget, por 6-3 e 6-4.

Pela frente vai ter o holandês Carlos Anker. O tenista que nasceu no Brasil foi superior ao português Carlos Leitão, nos “quartos”, batendo o pombalensepor 6-1 e 6-2, para, esta tarde, ter triunfado sobre o gaulês Nicolas Charrier, por 7-5 e 6-2.

Nos pares, o espanhol Kike Siscar e o húngaro Laszlo Farkas conseguiram o apuramento para a final num encontro muito disputado com os brasileiros Gustavo Carneiro Silva e Rafael Medeiros. No duelo que decide quem vai suceder ao norte-americano Ratzlaff e ao polaco Fabisiak como campeões, vão ter pela frente o holandês Carlos Anker e o grego Stefanos Diamantis que bateram os franceses Nicolas Charrier e Guilhem Laget, por 6-4 e 6-2.

O International Wheelchair Clube Ténis Porto está dotado com 5 mil dólares (cerca de 4254 euros em prémios monetários) e decorre até ao próximo dia 21 de Outubro.