Dia 3 | Wheelchair International 2020

Chegou, viu e venceu. O grego Stefanos Diamantis, actual 71.º do ranking mundial, sagrou-se, hoje, campeão da 3.ª edição do International Wheelchair Clube Ténis do Porto, ao derrotar na final de singulares o holandês Carlos Anker, por 6-1 e 7-5. Num encontro de sentido único no primeiro set e até ao 5-1 do segundo parcial, eis que surgiu o aguerrido holandês com uma recuperação que começou com o ponto do torneio, com um winner em cima da linha de fundo. Anker aproveitou algum desnorte do helénico, que, apercebendo-se da aproximação perigosa do adversário, lá conseguiu fechar o encontro por 7-5.

Com um percurso imaculado ao longo de toda a prova, Diamantis, de 33 anos, e que já ocupou o 17.º posto na hierarquia mundial em 2018, consegue assim o seu 15.º título de uma carreira repleta de bons momentos. No final, Ricardo Moreira, da Ágora, empresa municipal da Câmara Municipal do Porto, entregou a Stefanos Diamantis o troféu de campeão, ao passo que Carlos Anker teve como companhia neste momento o Presidente do Clube de Ténis do Porto, Vitor Pereira. Mas não ficou por aqui o bom percurso do grego. Ao lado do seu adversário de singulares, o holandês Anker, conquistou igualmente o título de pares, derrotando na final o húngaro Laszlo Farkas e o espanhol Kike Siscar, por um duplo 6-3.

 

PORTUGUÊS JEAN-PAUL MELO VENCE QUADRO B

Já se começam a notar os resultados do trabalho que vem sendo desenvolvido no ténis em cadeira de rodas com os atletas lusos. Numa final 100% portuguesa, Jean-Paul Melo bateu João Couceiro por 6-2, 4-6 e 6-4, num encontro muito disputado e que acabou por ser ganho pelo jogador açoriano radicado no Canadá.

O International Wheelchair Clube Ténis Porto distribuiu 5 mil dólares (cerca de 4254 euros em prémios monetários) e terminou hoje.